mascote
PUB


pornô lésbico

Já é fato que homens se excitam e assumem se excitar assistindo a pornô lésbico. Mas você é mulher, heterossexual, e já se sentiu excitada assistindo um filme pornográfico onde duas (ou mais) mulheres eram as principais estrelas?

Como se sentiu com relação a isso? Já teve medo de, por causa disso, você, na verdade, ser lésbica? Ou então bissexual? Saiba que você não está sozinha nessa jornada. Outras mulheres também já se depararam (ou se deparam) com essas dúvidas.

Muitas mulheres curtem e acessam vídeos de pornô lésbico. De acordo com dados dos próprios sites de pornografia gratuita da Internet, esse tipo de vídeo é o mais buscado e essa busca só vem crescendo aos longos dos anos. Os dados ainda mostram que cerca de 1 em cada 3 espectadores de vídeos adultos é mulher e, dada a alta procura por filmes lésbicos, é impossível que todas as mulheres que buscam esses vídeos são homossexuais.

Ok, não sou homossexual, então sou bi?

Outra dúvida que pode tirar o sono das mulheres que gostam de assistir o pornô lésbico. Elas sabem que, definitivamente, sentem atração por homens. Mas se excitam com a pornografia lésbica. Isso quer dizer que elas são bissexuais? Sexólogos afirmam que pode ser que ocorra dessas mulheres terem alguma inclinação à bissexualidade. Mas, na verdade, essa atração tem mais a ver com questões fantasiosas.

Você assistir a esse tipo de filme permite que você fantasie com coisas que não teria coragem (ou até vontade) de fazer na vida real. Muitas vezes, é isso o que torna a fantasia ainda mais excitante: o fato de saber que é algo impossível de acontecer. Então, por mais que não sinta atração física por mulheres na vida real, é normal que você possa se excitar ao assistir duas mulheres fazendo sexo em um vídeo.

Por que assistir a duas (ou mais) mulheres fazendo sexo em um vídeo pode ser tão excitante para mulheres heterossexuais?

Essa dúvida permite muitas respostas. A começar pelo fato de que, normalmente, os vídeos com pornografia heterossexual têm um foco maior nos homens do que nas mulheres, e isso não é segredo para ninguém. Ao produzir os vídeos heterossexuais, a indústria tem o foco no prazer do homem, com foco na famosa “britadeira” e em uma ejaculação jorrada, normalmente, na face ou no corpo da mulher e fim.

Obviamente, existem vídeos de conteúdo pornográfico heterossexuais dirigidos por mulheres, que mostram o sexo heterossexual de uma maneira que excite mais o público feminino. Mas isso é assunto para outro texto. O que importa aqui é que, quando se trata de pornografia lésbica, os vídeos têm um foco maior no que realmente atrai as mulheres: o carinho de cunho sexual na medida certa, sem fofurice de mais, mas também sem brutalidade demais; um foco grande nas preliminares e aquele sexo oral caprichado.

É interessante destacar que muitas mulheres heterossexuais optam por assistir à pornografia lésbica, sozinhas ou com parceiros, para ensiná-los como gostariam de ser tocadas. Para mostrar que existem zonas erógenas que não se resumem a vagina e que elas gostam de ter diversas outras regiões do corpo exploradas durante o sexo. Além disso, essas mulheres gostam de ressaltar para os parceiros que o sexo não se resume, necessariamente, à penetração (seja com o pênis ou com os dedos ou brinquedos) para que ela tenha prazer.

Essas mulheres sabem o que outras mulheres gostam

Em se tratando da pornografia lésbica, o que mais atrai a mulheres heterossexuais, é que, normalmente, essas mulheres sabem como tocar uma a outra e isso é profundamente explorado nos vídeos. Os vídeos de pornografia lésbica têm o foco nas preliminares longas, trabalhadas, na exploração do tesão que só vai aumentando ao longo do sexo até que “não se aguente mais e parta para os finalmentes”.

Esses vídeos exploram o beijo na boca, na orelha, no pescoço, a conversa, o toque, o despir. O fato de ir descobrindo e explorando, devagar, cada parte do corpo, com carinho, cuidado e tesão ao mesmo tempo. Aquelas preliminares prolongadas que dão arrepios só de olhar. Como uma mulher não gostaria de se imaginar sendo tocada desse jeito?

Que mulher não se imagina tendo cada zona erógena de seu corpo estimulada? O toque delicado, porém firme, no colo, nos seios, nas pernas, no bumbum, a exploração detalhada da vagina, em si, tanto com o toque de mãos e, principalmente, com o sexo oral, tão amado pelas mulheres e, muitas vezes, tão esquecido pelos homens. Aquele “esfrega esfrega” e aqueles beijos gostosos que estimulam o clitóris, que é o que faz com que a maioria das mulheres chegue ao orgasmo.

Então, é isso, mulher, não existe necessidade de se preocupar. Quando você se excita assistindo a um pornô lésbico, isso não quer dizer nada, necessariamente, sobre a sua sexualidade e sim sobre os seus desejos sexuais e sobre o que aprecia na hora do sexo. Então, o mais provável é que você, na verdade, se sinta atraída pelo que essas mulheres proporcionam umas às outras: que é um sexo bem feito.

Désirée

Estou aqui para desmistificar os tabus que envolvem desejo, sexo, sexualidade e sedução. Vou te responder tudo o que você pensou em perguntar, mas nunca teve coragem!