mascote
Banner Mensagem Entrada 3
PUB


BDSM

Você sabe o que significa a sigla BDSM? Quem é fã do filme 50 tons de cinza provavelmente sabe do que estamos falando.

Para quem curte um sexo mais dominador, a prática do BDSM pode trazer uma excitação e tanto para o casal. BDSM significa, com as duas primeiras siglas, BD, Bondage e Disciplina e trata-se da prática sexual de amarrar o parceiro, sendo que o mesmo deverá obedecer ao amante.

As duas penúltimas siglas, DS, se referem à dominação e submissão, por isso a importância de saber entrar no jogo e respeitar, ter disciplina e obedecer. E as duas letras, SM significa sadismo e masoquismo; sendo o sadismo a excitação em provocar dor no parceiro ou parceira; e masoquismo é gostar de receber esses “castigos”.

Você provavelmente já fez BDSM sem saber! 

Existem muitas nominações que algumas práticas sexuais acabam recebendo, e você até já deve ter feito algo de BDSM e nem sabe. Nós vamos citar 7 coisas que você gosta de BDSM e nem sabia.

Mas veja, o mais importante é se sentir bem e livre no sexo, sem neuras e sem receio. O casal precisa se respeitar, combinar e se entender na cama.

o que significa bdsm

 1 – Transou utilizando cordas ou algemas 

Na realidade, pode ser até a calcinha que o cara rasgou e decidiu amarrar a parceira. O sexo tem desses improvisos e nem sempre os brinquedinhos estão disponíveis no momento. Então, caso você já tenha feito sexo amarro ou se já amarrou a parceira, você fez BDSM. 

2 – Brincou de submissa

Durante a transa, pode ser normal que em alguns momentos a mulher assuma o papel de submissa, sendo obediente ao parceiro e realizando seus desejos. Ou também o contrário, claro, quando o homem se faz de submisso e obedece aos pedidos da mulher.

Essa é mais uma prática de BDSM que você não sabia.  

3 - Brincou de dominador (a)

 Ser dominador durante o sexo é algo que muitos adoram e se sentem super excitados em ver o parceiro obediente. E essa é uma forma de fazer BDSM; esses papéis acabam ocorrendo normalmente, e até o casal pode brincar e trocar os personagens. O importante é todo mundo se divertir e sentir prazer.

4 – Um tapinha não dói 

Quem aí gosta de tomar uns tapas no bumbum durante o sexo? Sem dúvida isso é bastante excitante, e muitas mulheres adoram ver o homem mostrando sua força.

Essa é uma das brincadeiras presentes no sadomasoquismo e faz super bem se ambos estão de acordo! 

5 – Puxar cabelo 

Trocar de posição, ficar de quatro para o parceiro e pedir pra ele puxar o seu cabelo enquanto faz sexo com você. Mais um exemplo de que você adora no BDSM e nem sabia! É uma delícia, não é verdade?

6 – Mordeu ou pediu pra morder 

Aquela mordidinha na bunda é tipo o tapinha de amor que não dói. Os homens são campeões nessa prática, e de fato adora e sentem muito prazer ao morder a namorada. 

7 – Usou vendas 

Mais um objeto bastante usado durante o sexo normal, e que muitos nem fazem ideia que é uma prática do BDSM. Vendar o parceiro pra criar aquele suspense e fazer uma bela surpresa.

Outra coisa do BDSM que muitos casais gostam e se excitam é pedir pro parceiro ser mais “violento”, segurando pelo pescoço, tampando a boca da parceira enquanto faz sexo com ela, e coisas do tipo.

Fora os “xingamentos” que também tornam o sexo mais apimentado, como chamar a mulher de safada, puta e coisas do tipo. Muitas mulheres adoram e se sentem super excitadas, mas não pedem por medo do parceiro pensar algo de errado, principalmente quando a relação está ainda no começo, é normal sentir esse receio. 

BDSM faz bem, não é humilhação? 

Nas relações amorosas e também no sexo, o que é combinado não gera conflito. Ninguém é obrigado a fazer o que não se sente confortável. Por isso, a prática do BDSM é algo que o casal deve entrar em acordo e fazer apenas as coisas que forem acordadas.

Existem inúmeras formas de fazer BDSM, nós apresentamos apenas 7 e são as mais leves. Então, para o casal que pretende se aprofundar, vale a pena pesquisar e entrar para comunidades de BDSM.

O sexo, não importa qual prática seja, é sempre saudável quando o casal está em harmonia, querendo estar junto e experimentando um ao outro. No BDSM não significa que apenas a mulher precisa fazer o papel de submissa. Os papeis podem e devem se inverter, sendo mulheres dominadoras também, e vice e versa.

Leia mais: